top of page
IMG_0231.jpg

Fim de namoro, pandemia e a redescoberta de Surya em ‘Asas’

Lucas Cabaña

28 juni 2022

Surya lança “Asas” e compartilha as experiências do seu recomeço, em EP, onde ela convida Ian Quint Leisne

Por Lucas Cabaña em 28 de junho, 2022 às 10h52.



Há quase dois meses, Surya compartilhou com o seu público, poesias e confidências durante um show em Curitiba, quando anunciou novos ares em sua sonoridade. No caso, ela apresentou pela primeira vez, as canções do recém lançado “Asas”. EP marcado por quatro composições onde ela aflora as nuances da sua fatídica experiência ao longo do caótico ano de 2020. Envolta ao paradoxal período pandêmico, não bastasse o momento atroz, Surya ainda se deparava com o fim de um relacionamento e o diagnóstico de TOC. Claramente, de sua verve poética, ela transmutou as próprias experiências e, não à toa, “Asas” não faz referências apenas as canções do novo EP, é um livro aberto sobre superar sem ceder. 


De volta ao caos. Além de todo o percalço que Surya desbravava, ainda havia os problemas familiares, as dúvidas sobre os caminhos da carreira e as inúmeras caixas de remédios pelo diagnóstico de TOC. “Justo pra mim, que não tomava nem um comprimido para dor de cabeça”, recorda a cantora, compositora, atriz e poetisa. 


Se em 2020 a vida de Surya desmoronava. Um ano antes, ela nem poderia prever tamanha profusão. Formada em cinema, em 2019, Surya estrelou o filme e a trilha sonora de “Alice Junior“, com direção assinada por Gil Baroni e roteiro em parceria de Luiz Bertazzo e Adriel Nizer Silva. O longa rodou o mundo e ganhou inúmeros prêmios nacionais e internacionais. 


Além do reconhecimento, no mesmo ano, Surya divulgou o seu primeiro álbum, “Amor, L’amour Love“, lançado em dois volumes, com canções em português, inglês e francês. Irredutivelmente, do amor ao caos, do caos a lama, a vulnerabilidade emocional é uma rota de fuga e Surya fez de “Asas” o gatilho predisposto para curar as suas amarras. 

Nós somos seres complexos, difíceis e, principalmente, interessantes. Asas é sobre dar vazão a tudo que somos: felizes, tristes, medrosos, confiantes, esperançosos! Dentro de nós há espaço para tudo. Que nossos medos voem pela janela! Que nossas ‘Asas’ se abram para alçarmos voos ainda maiores. Que grande viagem é a vida! É hora de dar ‘Asas’ aos nossos sonhos, deixar o amor entrar e voar com cada vez mais esperança”, evoca a multiartista.

Com produção assinada por Surya em parceria com Gabriel Carvalho responsável pela mix e master – o EP “Asas” conta também com o pianista Marco Antônio e a participação especial de Ian Quint Leisner, na faixa “A Tempo”.“É a canção que embrulha e sintetiza todas as outras. É a canção leve e brincalhona que, despretensiosamente, repete seus versos até o final, cantando dias melhores, dias felizes, em que ‘ainda bem, ainda tenho tempo pra viver’”, ensina Surya


Asas” também apresenta as músicas “Meu Bem“, faixa que, além de abrir o EP é a primeira composição do projeto. Em “Bilhete“, Surya compartilha o seu desalento durante a compreensão de seu diagnóstico de TOC. A útima canção escrita para o EP é “Love Will Always Find You Again”, uma declaração romântica embalada pelo desejo e esperança para ir além das próprias asas.


Agradecimentos Fotos: João Sinhori Assessoria de Imprensa: Build Up Media LEIA NA ÍNTEGRA


bottom of page